Home»Agenda Cultural»Barão Geraldo sedia a segunda edição do Festival de Circo Transversal

Barão Geraldo sedia a segunda edição do Festival de Circo Transversal

0
Shares
Pinterest Google+

Centro Cultural Casarão, Praça do Coco e Unicamp sediam a segunda edição do

FESTIVAL DE CIRCO TRANSVERSAL

O evento recebe companhias de Campinas, São Paulo, Chile e Argentina

O Festival de Circo Transversal recebe o espetáculo “O Poste” – Foto: Guto Muniz

A riqueza do universo circense e suas vertentes estão na segunda edição do Festival de Circo Transversal, que acontece em Campinas de 24 a 29 de abril. Com apoio da Prefeitura de Campinas, o evento é cocriado e coproduzido pelos grupos campineiros Cia. ParaladosanjoS e Cia. Suno.

A maratona teatral, com entrada gratuita, reúne sete espetáculos, todos trabalhos solos, com destaque para Matias Donoso (Chile), Tato Molavin (Argentina), Adelvane Néia (Jacarezinho), Daniel Salvi e Cia Suno (Campinas) além da presença de um dos Doutores da Alegria, o Palhaço Klaus, da La Cascata Cia Cômica (São Paulo) em dois espetáculos e uma oficina.

A programação traz, ainda, duas produções inéditas criadas especialmente para o Festival, “Voôs Possíveis”, resultado cênico do Laboratório de Danças Aéreas, coordenado por Monica Alla do Grupo Ares (São Paulo), e “Solos Suspensos”, dirigido por Marcos Becker e Marilia Ennes (Cia ParaladosanjoS), gerado pelo encontro de mulheres e transgêneros do circo contemporâneo.

As atividades acontecerão no Centro Cultural Casarão (Rua Maria Reginato Riberio s/nº. Terras do Barão. Barão Geraldo), na Praça do Coco (Barão Geraldo), na Faculdade de Educação (Unicamp) e no Teatro de Arena da Unicamp.

 

O Festival de Circo Transversal recebe o espetáculo “Molavin” – Foto: Victor Zuniga

PROGRAMAÇÃO:

24/abril – 15h30: Laboratório de Danças aéreasMonica Alla (Grupo AresSP)

Na FEF Unicamp

Workshop de dois dias sobre Técnicas de rapel e dança vertical com foco em criações de coreografias solosde duplastrios e coletivas paraestudantes e profissionais de circoartes cênicaseducação física e demais pessoas com experiência em práticas corporaissem medo de alturae com muito espírito de aventura com a fundadora do Grupo AresMonica Allauma das referências nacionais na linguagem da Dança Vertical.

Valor: contribuição voluntária entre R$ 20 e R$ 75

Vagas: 25

Inscrições: festivaldecircotransversal@gmail.com

16 anos

24/abril – 20hMAIS UMA CHANCEcom CiaDuna (Chile)

No Teatro de Arena Unicampno Encontro Campineiro de Malabarismo

A cada espetáculo há “mais uma chance” de se conectar com a plateiacomo num grande abraçoAtravés de suas habilidades a energia surgee a magia acontecemontado na sua mini biciatravessa barreiras junto ao público e mostra sua verdade nua e cruaO perigo está presenteem cenaonde o impossível acontece e as barreiras de fogo não podem mais nos deterDuração: 40 minutos. Classificação livre

25/abril – 18h30: O POSTE, com Daniel Salvi (Campinas/SP)

Na Praça do Cocono Tem Graça na Praça

Um trabalhador deve trocar uma lâmpada queimada no alto de um posteUma tarefa simples para um profissional qualificadomas que podese tornar uma sequência de peripécias cômicas e catastróficas se realizadas por um “faztudo” desatualizadoEm meio às tentativas frustradase irritaçõesele descobre que  precisava relaxar para conseguir alcançar seu objetivoDuração: 50 minutosIndicaçãolivre.

25/abril – 20hMOLAVIN, com Tato Villanueva (Argentina)

No Centro Cultural Casarão

Se pode esquecer a verdade repetindo uma mentirauma nuvem de fumo grosso e intangívelEsta Opéra Bufa conta a vida e as visões deBorisum vendedor de fumaça quecansado de mentirprocura recuperar sua dignidadeAinda que tenha que morrer por issoDuração: 50minutosClassificação Livre.

26/abril – 15h30: Laboratório de Danças aéreas, com Monica Alla (Grupo AresSP)

Na FEF Unicamp

26/abril – VÔOS POSSÍVEIScoordenação de Monica Alla (São Paulo/SP)

Na FEF Unicamp

Apresentação do Resultado Cênico criado durante o Laboratório de Danças Aéreas com a participação de todos os alunos do workshop.

26/abril – 20hDESFAZER AMALA, com Humatriz Teatro (Jacarezinho/SP)

No Centro Cultural Casarão

Desfazer AMALA nos faz lembrar o retorno de uma viagem ou partir e chegar à outro lugar

Essa foi a motivação encontrada pela atriz Adelvane Néia da Cia Humatriz Teatro para compartilhar com o públicoalguns aspectos do processode montagem de seu solo AMALADesfazerdesmontar e revelartratase de abrir e contarcom um olhar distanciadoo processo de busca einvestigação na montagem de um solosua experiência como palhaça através do exercício constante na construção de uma trajetória de vidaartevida suas dúvidas e conflitosuma transformação após 20 anos da estreiaDuração: 50 minutos. Classificação 12 anos.

27/abril – 20hSOLOS SUSPENSOScoordenação Marilia Ennes e Marcos Becker Cia ParaladosanjoS (Campinas/SP)

No Centro Cultural Casarão

Com objetivo de romper as fronteiras entre as diversas linguagens que envolvem a cena, o corpo e o espaço, Solos Suspensos surge como umaprovocação para aeralistas especialmente convidados a experienciarem uma co-criação inédita. Uma noite que reúne artistas mulheres e transgêneros com larga experiência em criação cênica aprofundada e investigações aero-acrobáticas.  Ao revisitar seus trabalhos na tentativade explorar nuances e desvios, a partir de uma partitura física pré-estruturada do repertório pessoal, os artistas serão incentivados a buscaroutros meios de abordagem do material expressivo além de visitar campos ainda desconhecidos da performance. Duração: 50 minutos. Classificação Livre. 

28/abril – 16hO BURACO, com CiaSuno (Campinas/SP)

No Centro Cultural Casarão

Uma palhaça acróbata vinda de uma tradicional família circense se  no desafio de atravessar um buraco infinito andando em uma cordabambaToda sua família tentou e se deu malseu avoseu bisavôseu tataravô,… sua mãe também tentoumas conheceu o anão do circo efugiu com eleNum cenário composto por um barriluma minibanda e uma corda bambasob o prisma da comicidadeFiorella brinca com osconflitos de um palhaço que vive sua situação limiteter que atravessar um buraco com fundo infinitoNúmeros de mágica e contorcionismocompletam a diversão do publicoCom Helena FigueiraDuração 50 minutosClassificaçãolivre

28/abril – 20hANIMO FESTAS, com La Cascata CiaCômica (São José dos Campos/SP)

No Centro Cultural Casarão

Animo Festas é o espetáculoshow do palhaço Klausque narra a saga solitária de um animador de festas infantis e seu submundo de tristeza emisériaNesta narrativa solitáriaas festas infantis são o pano de fundo para questões sobre a felicidadeo valor trabalho artístico e asescolhas que fazemos para viver ou sobreviverInspirado no Freak ShowAnimo Festas leva a cena o universo sombrio do palhaçoBem vindoao submundo do palhaço Klaus. Duração: 50 minutos. Classificação: 16 anos

29/abril – 11hOFICINA DE PALHAÇARIA CLÁSSICA, com Marcio Douglas (La cascata CiaCômica)

No Centro Cultural Casarão

A oficina de Palhaçaria Clássica é destinada para pesquisadores da arte do palhaço ou interessados em geralA oficina tem como fundamentoo aprendizado das técnicas da Palhaçaria Clássicaisto éos elementos que se baseia a palhaçaria.  Serão abordados os princípios técnicosbásicos dessa arte cômicaassim comoas técnicas de Cascatas (Quedase Claques (Tapas falsos de Palhaço).

29/abril – 18hMÃOS À OBRA, com La Cascata CiaCômica (São José dos Campos/SP)

No Centro Cultural Casarão

Mãos a obra é uma comedia fruto que trabalho realizado pela La Cascata CiaCômica sobre o oficio do arte do palhaço e as vertentes douniverso circenseAborda de maneira mica a relação patética do homem com seu meio ambiente que provoca destruição do mesmo embusca de uma melhor qualidade de vidaDuração: 50 minutos. ClassificaçãoLivre

 

O Festival de Circo Transversal recebe o espetáculo “O buraco” – Foto: Samira Lemes

SERVICO

O QUE: Festival de Circo Transversal

ONDE: Centro Cultural Casarão – Rua Maria Reginato Riberio s/nº – Terras do Barão Km 15/ Barão Geraldo

QUANDO: 24 a 29 de abril

QUANTO: A entrada é gratuita, mas no final de cada espetáculo os artistas passarão o chapéu, e o público pode contribuir com o valor que desejar e achar justo. Para garantir seu ingresso, basta chegar com uma hora de antecedência (o espaço tem lotação de 180 lugares).

Previous post

Vacinação contra a gripe começa hoje em todo o país

Next post

Casa de Cultura de Sousas promove o encontro "MemorAÇÃO" na próxima 3ª, 24

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *