0
Shares
Pinterest Google+

Iniciativa busca incentivar a produção artística e cultural nos cursos de graduação da Universidade Estadual de Campinas

Projeto Naidí toca na sala do Consu – Foto: Antonio Scarpinetti/Unicamp

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) realizou, no início do mês, o lançamento da 9ª edição do Programa Aluno-Artista. A cerimônia ocorreu na sala do Conselho Universitário da instituição de ensino.

Promovido pelo Serviço de Apoio ao Estudante (SAE), o programa busca incentivar a produção artística e cultural dos alunos de cursos de graduação, por meio da concessão de bolsas ao desenvolvimento de projetos. A iniciativa integra as ações de apoio à permanência estudantil na universidade.

Durante a solenidade, realizada em 2 de agosto, o reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, destacou a qualidade dos trabalhos que teve oportunidade de ver ao longo do ano e discursou aos estudantes. “Vocês são vitrines importantes para a universidade e, mais do que nunca, precisamos mostrar para a sociedade a importância da universidade pública, autônoma e de qualidade”, afirmou.

Arte

A pró-reitora de graduação, Eliana Amaral, ressaltou a importância da arte para o ambiente acadêmico da Unicamp. “É muito bom ver a sala cheia de estudantes empenhados em projetos que vão contribuir para criar um ambiente mais empático dentro da universidade. Isso faz toda a diferença. O ambiente educacional é um dos fatores mais importantes para o bom desempenho dos estudantes”, salientou.

Os projetos incluem as áreas de música, poesia, artes-cênicas, artes visuais e audiovisuais, envolvendo estudantes dos mais diversos cursos da Universidade. “Nessa edição, temos pela primeira vez projetos das faculdades de Tecnologia e Ciências Aplicadas contemplados, um de música, outro de artes visuais”, ressaltou Maria Claudia Alves Guimarães, assessora cultural do SAE, responsável pelo acompanhamento dos estudantes durante o desenvolvimento das ações.

“Tivermos algumas inovações na edição passada. Uma delas é a realização da Mostra Aluno-arista realizada no Ciclo Básico, na Casa do Lago, no Instituto de Artes e nos campi de Piracicaba e Limeira”, relatou a coordenadora do SAE, Helena Altmann.

Outra novidade da última edição que se mantem é a parceria com o Sesc, no projeto “Pra começo de conversa”. Por meio dela, os estudantes têm oportunidade de apresentar os trabalhos no Sesc, após concluído o projeto na Unicamp. “Ele visa dar continuidade ao projeto do aluno-artista”, explicou a assessora cultural do SAE.

Nessa etapa, os alunos têm contato com outras etapas do processo artístico, como a produção e a técnica, além de receberem do Sesc pelas apresentações. Durante a cerimônia, foram homenageados os estudantes que concluíram os projetos da 8ª edição e apresentados os novos proponentes.

Previous post

I Mostra de Solos é atração no Centro Cultural Casarão nesta semana

Next post

Centro Infantil Boldrini promove Fórum Meio Ambiente e Câncer da Criança

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *