0
Shares
Pinterest Google+

Eventos que geram aglomerações, como festas e shows, continuam proibidos

Na Fase Amarela também está permitida a ocupação de 40% em academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, concessionárias, escritórios e parques público, com expediente de até 10 horas diárias para restaurantes e 12 horas para as demais, entre 6h e 22h. Foto: Carlos Bassan/PMC

A região de Campinas avançou para a Fase Amarela no Plano São Paulo. O anúncio foi feito pelo governador do Estado, João Dória, nesta sexta-feira, 5 de fevereiro. A partir deste sábado, dia 6, os bares voltam a funcionar com atendimento presencial e os serviços não-essenciais poderão funcionar até as 22h (com exceção dos bares, que fecham às 20).

Durante transmissão ao vivo, o prefeito Dário Saadi atribuiu a mudança de fase ao trabalho que a região de Campinas tem feito. “Passamos para a nova classificação feita pelo Estado e agora entramos na Fase Amarela, que tem uma flexibilização maior no funcionamento dos estabelecimentos de diferentes áreas”, disse o prefeito. “A reclassificação é fruto do trabalho feito em toda a região, mas ressalto, em especial, o trabalho feito em Campinas com a ampliação de leitos de UTI Covid”, completou.

Do início de janeiro até agora, Campinas passou de 74 para 107 leitos de UTI exclusivos para pacientes com coronavírus. O prefeito anunciou, ainda, que caso seja necessário, haverá ampliação nos leitos de enfermaria, que serão abertos na UPA Anchieta Metropolitana.

A venda de bebidas alcoólicas continua proibida a partir das 20 horas não só nos bares, mas em restaurantes e lojas de conveniência.

Na Fase Amarela também está permitida a ocupação de 40% em academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, concessionárias, escritórios e parques público, com expediente de até 10 horas diárias para restaurantes e 12 horas para as demais, entre 6h e 22h.

No caso dos bares e restaurantes, serão mantidas as duas horas de carência. Os restaurantes podem ficar abertos até as 22h e os clientes terão duas horas para encerrarem suas refeições; o mesmo vale para os bares, que fecham às 20h, mas podem garantir o encerramento das refeições dos frequentadores por mais duas horas, ou seja, até as 22h “Nos dois casos, após as 20h não é permitida a venda de bebidas alcoólicas”, explicou o secretário de Justiça, Peter Panutto.

Eventos que geram aglomerações, como festas e shows, continuam proibidos.

 Decreto municipal

O decreto municipal será publicado no Diário Oficial deste sábado, dia 6 de fevereiro, e entra em vigência no mesmo dia. “Campinas foi requalificada em uma fase mais flexível, o que altera o funcionamento de grande parte dos estabelecimentos. Estamos nos pautando na nota oficial emitida pelo governo do Estado, porém, caso haja alguma divergência após a publicação do decreto estadual, faremos as devidas adequações”, disse Panutto.

Parques municipais

Os 25 parques e bosques de Campinas terão horário alterado a partir deste sábado, 6 de fevereiro. O horário dos parques será das 7h às 18h, todos os dias, exceto a Lagoa do Taquaral, que permanecerá aberta até 20h. Apenas o Bosque dos Jequitibás não abre às segundas-feiras.

Previous post

Programa de voluntariado da Mata Santa Genebra está com inscrições abertas

Next post

Du Dias faz apresentação na Feira de Barão na manhã deste sábado, 6

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *